Compartilhar:

Parece intuitivo pensar que um vínculo criança-pai/mãe seja importante para a sobrevivência e o desenvolvimento. As pesquisas permitem confirmar a que ponto esses benefícios são tangíveis para as crianças:

  • Elas se tornam mais capazes de controlar suas emoções negativas em situações estressantes.

  • Elas desenvolvem competências sociais melhores, aprendem a identificar suas emoções ao interagir com seu ambiente e são menos propensas a desenvolver problemas de internalização e exteriorização. 

  • Elas são mais confiantes em sua exploração do mundo que as cerca. 

  • Elas desenvolvem uma boa autoestima, graças aos comportamentos atenciosos de seus parentes no que lhes diz respeito e aprendem, dessa forma, a manifestar empatia em relação aos outros e a cooperar com eles. Essas habilidades sociais as ajudarão, posteriormente, a formar relações sólidas com seus pares.