Compartilhar:

O estresse pode ter uma intensidade variável, desde o estresse leve até a angústia, a ansiedade e a depressão. Ele pode ser causado por fatores tão pequenos como as inquietações cotidianas ou tão graves como as relações disfuncionais ou a adversidade. 

Mais de um quarto das mulheres em idade de procriar relatam sentir um estresse elevado no dia a dia. Isso pode se tornar um problema de saúde para as mulheres grávidas, pois aquelas que trabalham em um ambiente estressante ou com muito ruído são 70% mais propensas a ter um parto prematuro. 

A vida moderna pode ser estressante. É preciso identificar os meios de ajudar as mulheres grávidas e as novas mães a administrar seu estresse, pois isso pode melhorar sua saúde e, em última análise, a saúde de seus filhos.