Estresse (pré-natal e perinatal)


Qual é sua importância?

Síntese dos textos de especialistas - Publicado on-line em 23 de fevereiro de 2011

Editor do Tema: Vivette Glover, MA, PhD, DSc, Imperial College London, Reino Unido
Tradução: B&C Revisão de Textos. Revisão técnica: Claudia Medeiros, Secretaria da Saúde São Paulo
Revisão final: Alessandra Schneider, CONASS - Conselho Nacional de Secretários de Saúde - Brasil

O estresse pode ser definido como uma condição mental ou emocionalmente disruptiva ou perturbadora, que acontece em resposta a influências externas adversas.1 O estresse vivido por uma mulher durante a gravidez pode ter impacto sobre seu funcionamento físico e emocional.

Das mulheres canadenses entre 18 e 34 anos (mulheres em idade reprodutiva), 27,7% são submetidas diariamente a condições de estresse intenso, contra 23,9% dos homens equiparáveis.2 

O trabalho durante a gravidez pode ter influência sobre o nível de estresse (auto-avaliado ou avaliado objetivamente). Nos Estados Unidos e no Canadá, a maioria dos homens e das mulheres exerce uma atividade profissional no momento do nascimento do seu primeiro filho; e cerca de 60% das mulheres com um filho de menos de 3 anos de idade estão empregadas.3

 

Referências

  1. Selye H. Stress without distress. London, England: Hodder and Stoughton; 1974.
  2. Statistics Canada. Health indicators. Life stress. Available at: http://www.statcan.ca/english/freepub/82-221-XIE/2004002/nonmed/personal3.htm. February 23, 2011.
  3. Normand J, Lindsay C, Chard J, Besserer S, Pottie Bunge V, Tait H, Almey M, Zukewich N. Women in Canada 2000: a gender-based statistical report. Ottawa, Ontario: Statistics Canada; 2000. Cat. No. 89-503-XPE.

 

Veja também...

Para sua informação 

Alguns documentos estão disponíveis no
formato PDF. Para fazer o download gratuito
da versão em Acrobat Reader, clique em
clique aqui.