Compartilhar:

A aprendizagem baseada em jogos e brincadeiras, que engloba a brincadeira livre e a brincadeira dirigida, oferece um excelente ambiente para promover o desenvolvimento cognitivo das crianças pequenas.

A brincadeira livre, isoladamente, não é suficiente para promover a aprendizagem acadêmica. Realmente, a brincadeira dirigida parece ser o principal aspecto da aprendizagem lúdica exigida para possibilitar a aprendizagem acadêmica. Ela é usada para alcançar metas de aprendizagem específicas, ensinando de forma envolvente. As crianças permanecem no comando e, por conseguinte, no controle de suas ações durante o jogo ou brincadeira, mas os educadores ou pais têm um papel ativo no direcionamento, preparando o ambiente, como fornecendo alguns tipos de brincadeiras, colaborando com as crianças ao reagir com sensibilidade às suas ações em uma sessão de jogos e brincadeiras e oferecendo sugestões para fazer com que as crianças alcancem metas de aprendizagem precisas.

Com sua combinação de independência da criança e suporte adulto, a brincadeira dirigida tem comprovado ser especialmente eficaz para ajudar a aprendizagem na primeira infância de novos conteúdos e habilidades em matemática, leitura e raciocínio crítico, entre outros.